Adsense

terça-feira, 29 de julho de 2014

Jogos: RailRoad Tycoon II



Segundo jogo da série Railroad Tycoon. Railroad é um jogo de estratégia em que o jogador administra uma Companhia Ferroviária ao longo do tempo. O jogo possui um modo missões em que o jogador deve cumprir os desafios propostos no jogo passando por vários cenários diferentes e existe também um modo onde você escolhe em que local do planeta você quer montar sua companhia e quantos concorrentes irão jogar com você.

Houve um tempo que eu jogava muito esse jogo, porque eu tinha o poder de decidir quais cidades ligar, que tipo de estação ia construir, que tipos de trilhos e pontes , que trens ia comprar, quantos vagões iria utilizar, você tinha que controlar a venda das ações da companhia para que no futuro caso os acionistas estivessem insatisfeitos não lhe tirassem o comando da mesma. O crescimento das cidades e industrias dependia de que a ferrovia fosse ao encontro das matérias primas necessárias, alimentos e é claro passageiros. É um tipo de jogo que incentiva o jogador a prestar atenção em todos esses detalhes e consequentemente ir criando enquanto se diverte um senso maior de organização financeira e de tomada de decisões.

Railroad Tycoon 2 


Houve ainda um Railroad Tycoon 3 que joguei muito pouco. Este jogo possuía uma plataforma 3D que permitia uma melhor visualização do mapa e do entorno das estações. Nas versões anteriores não havia esse tipo de visualização. E atualmente a franquia mudou de nome e é conhecida com Sid Meier's Railroad Tycoon, jogo que ainda não tive oportunidade jogar, mas vi vídeos muito interessantes dele.


Sid Meier's Railroads!
Sid Meier's Railroads 


segunda-feira, 14 de julho de 2014

Alemanha Tetracampeã Mundial de Futebol



A Alemanha venceu a Argentina por 1x0 no Maracanã ontem e sagrou-se Tetracampeã Mundial se juntando a Itália e ficando apenas a uma estrela da Seleção Brasileira. O gol da partida foi marcado por Mario Gotze no segundo tempo da prorrogação. 

Analisando o jogo as chances mais claras de gol foram da Argentina. A mais clara delas foi num recuo errado de Kroos que deixou Higuain frente a frente com Neuer, o argentino finalizou muito mal jogando a bola pra fora. A seleção alemã tinha a posse de bola mas os contra-ataques argentinos estavam bem armados. Lavezzi fazia boa partida e junto com Messi articulavam as melhores saídas. 

Para o segundo tempo da partida Lavezzi foi substituído por Aguero. A Argentina voltou melhor e tomou as atitudes iniciais, porém após algum tempo os alemães retomaram o controle. Alguns lances mais ríspidos ocorreram no segundo tempo devido novamente a uma má arbitragem. A segunda maior chance do jogo caiu nos pés de Palácio que tentou encobrir Neuer e acabou errando o alvo. A Partida acabou indo para a prorrogação que teve pelo menos 5 minutos eletrizantes com chances para os dois lados. Mas coube a Gotze sepultar o sonho do tri argentino. Gotze entrou no lugar do guerreiro Klose durante a partida. 

Venceu o melhor futebol da Copa dessa vez com um Tiki-taka mais vertical, que procura os gols. A Argentina foi quase perfeita na partida não fosse a má pontaria de seus atacantes e a bola que não caiu no pé de Messi. Di Maria fez muita falta a equipe. 

Sobre a Copa, não há do que reclamar. Para mim a melhor entre as últimas Copas, com ótimos jogos, muitos gols diferente das últimas duas principalmente. Messi sendo eleito o melhor do torneio foi somente mais uma dos patrocinadores, pois Robben, James Rodrigues e Kroos jogaram mais do que o atacante argentino. Neuer levar o de melhor goleiro é aceitável, Navas da Costa Rica também seria uma ótima escolha. Ao Brasil sobrou a chuteira de Bronze para Neymar que marcou 4 gols assim como Messi e Van Persie porém em menos jogos.

sábado, 12 de julho de 2014

Ao Brasil nem o Bronze



O Brasil jogou novamente de forma bisonha e foi derrotado pela Holanda por 3x0 na Arena Mané Garrincha em Brasília.

Apesar da goleada contra a Alemanha o torcedor compareceu e apoiou o time só que com 2 minutos após toque de Van Persie, Robben avançou em direção ao gol e foi derrubado por Thiago Silva fora da área, mas o árbitro deu pênalti que foi convertido por Van Persie. Aos 17 minutos o segundo gol holandês em nova falha de marcação brasileira apesar de um impedimento não marcado.

No segundo tempo o Brasil ficou mais com a bola mas pouco fez trabalhar o goleiro holandês e levou o terceiro gol aos 45 minutos. Mais um vexame da seleção em seu último jogo na Copa 2014. Ao Brasil nem a medalha de Bronze. 

Não podemos ter um zagueiro que ao primeiro sinal de que as coisas não funcionam sai que nem louco tentando armar jogadas deixando não mão os companheiros de setor. David Luiz deixou espaços contra a Alemanha onde não estava na jogada em metade dos gols e novamente contra a Holanda. Falta alguém dentro de campo ou no banco para controlar os ímpetos do defensor.

Novamente jogamos com bolas lançadas ao ataque que desta vez não contou com o imóvel Fred, mas o móvel Jô que roda as posições do ataque mas nada faz.

A marcação do meio-campo e principalmente no lado esquerdo da defesa novamente deixaram a desejar. Mesmo com três volantes a marcação novamente foi frouxa deixando muitos espaços para a investida dos holandeses. Fecharam a Avenida Dani Alves e abriram a avenida Marcelo-Maxwell por onde foram as jogadas dos 3 gols dessa partida.

Faltou ao Brasil futebol desde a primeira partida. O time que tínhamos na Copa das Confederações no ano passado não se repetiu devido a uma série de fatores, como a queda no rendimento de diversos titulares, a pressão da vitória que fez com que o time jogasse para não perder e uma que acho das mais importantes foi a falta de alternativas táticas para enfrentar determinados adversários. 

Que a lição fique para a preparação do ciclo 2018. Que as coisas possam mudar não só dentro de campo, mas também nos bastidores da nossa confederação. 

terça-feira, 8 de julho de 2014

Chocolate alemão no Mineirão.



Já comecei a desconfiar quando pouco depois das 15 horas ví no twitter um repórter da ESPN garantindo que Bernard seria o substituto de Neymar. Começou o jogo e o Brasil apertou a marcação e começou bem o jogo pelo menos durante 5 minutos. Marcelo parecia nervoso e em uma bola perdida surgiu o primeiro contra-ataque alemão. Aos 10 minutos em falha na marcação da defesa Muller marcou seu quinto gol na Copa e o primeiro dos 7 gols alemães na partida.

Dos 22 minutos aos 28 minutos levamos incríveis 4 gols das mais diversas formas. Tabela dentro da área, furada dentro da área, bola perdida na saída do ataque. Só não foi mais porque os alemães foram muito educados com a gente. Não teve um jogador pra cair no campo, pra esfriar a partida, ou peito do técnico para mexer no time após a tomada do segundo gol.

Incrível a imagem do Felipão em choque após o time ter levado esses gols. Primeiro tivemos um capitão que se descontrolou quando a partida foi para os pênaltis e depois o técnico que não toma atitude para consertar o erro que havia cometido.

Errar é humano, persistir é burrice, mas não agir é covardia. E a comissão técnica cometeu todos esses erros nessa partida.

O time não teve meio campo, zagueiros perdidos, parecia pelada, jogo de festa de fim de ano onde ninguém marca ninguém e só sai golaço.

Foi humilhante, para mim até hoje a pior derrota tinha sido contra a França naquela final de 98, mas hoje conseguiu ser pior.

No segundo tempo Felipão fez o que deveria ter feito quando estava 2 ou 3 a 0 colocando mais gente no meio campo para equilibrar a marcação e permitir ao time ter a bola e atacar um pouco. Mas bastou a Alemanha apertar um pouco para fazer o sexto, o sétimo e por pouco o oitavo gol não fosse Júlio César. Oscar marcou o gol de honra, se é que tem honra perder por 7x1.

O sonho do Hexa ficou para a Rússia.

sábado, 5 de julho de 2014

Brasil vai as semifinais, mas Neymar está fora da Copa



O Brasil venceu a Colômbia por 2x1 na Arena Castelão em Fortaleza. Foi um bom jogo do Brasil no primeiro tempo criando jogadas com Marcelo e Hulk pela esquerda e controlando a partida. Durante o segundo o Brasil não conseguiu manter o mesmo ritmo e começou a abrir espaços para a seleção colombiana. Novamente o time recuou muito após sair na frente e começou a sofrer com o toque de bola colombiano. Neymar não estava em boa jornada e Fred manteve o nível das atuações anteriores. 

David Luiz de falta abriu 2x0 para o Brasil numa bela batida. A Colômbia foi para cima organizada pelo talentoso James Rodrigues até conseguir um pênalti que resultou em cartão amarelo para Júlio César. James Rodrigues diminuiu o placar. 

A Seleção no primeiro tempo fez seus melhores 45 minutos nessa copa, num dia que Neymar foi muito mal. O Brasil enfrentará agora a Alemanha em Belo Horizonte sem Neymar que fraturou uma vértebra em entrada violenta nas costas e o capitão Thiago Silva que levou o 3º cartão amarelo de bobeira. 

Resta saber agora o que Felipão irá fazer para substituir Neymar. Sem mudar o esquema podem entrar na equipe Willian ou Bernard. Outra opção pode ser a volta de Luiz Gustavo formando o meio campo junto com Paulinho, Fernandinho e Oscar adiantando Hulk para jogar ao lado de Fred. 

É necessário que Fred comece logo a jogar bola, mais do que nunca precisamos que todos os jogadores joguem muito para que possamos levantar a Copa. 

#VaiBrasil #ForçaNeymar #RumoaoHexa #MostratuaForçaBrasil