Adsense

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Atlético Madrid 1 x 0 Bayern



Assim como nas duas partidas das quartas-de-final da UEFA Champions League contra o Barcelona, o Atlético de Madrid sufocou o adversário com marcação adiantada e por setores fazendo com que o Bayern tivesse a posse de bola no campo de defesa pressionado e pouco conseguia criar no campo de ataque. Incrível a marcação que o time de Simeone impõe a seus adversários. Coube então a Saúl através desse sufoco colchonero sair costurando a zaga alemã e marcar um golaço, sem chances para Neuer. O primeiro tempo ficou assim, apesar de um equilíbrio maior após o gol. Estranho foi Muller no banco de reservas preterido por Guardiola. 

Na segunda etapa o Bayern foi para cima na busca do gol de empate e até mesmo a vitória. Durante uns 15 ou 20 minutos houve até uma pressão com direito a bola na trave de Alaba. Mas após isso o Atlético voltou a apertar a marcação e quase matou a partida em bela jogada de Griezmann que terminou com Fernando Torres chutando a bola na trave. A decisão agora é em Munique na próxima semana. E ai pra você quem passa? Eu vou de Atlético Madrid.

domingo, 17 de abril de 2016

Rosberg sobrando na Fórmula 1



Nessa madrugada aconteceu o Grande Prêmio da China. Terceira corrida da temporada. Rosberg na pole position e Hamilton atual campeão largando em último. Assim como nas corridas anteriores vemos que a Mercedez não tem o melhor sistema de largada. Ricciardo saiu na frente e as Ferraris acabaram se tocando. Kimi acabou levando a pior. Hamilton perdeu bico também na largada. Após o estouro de pneu da RBR de Ricciardo tivemos um safety car que juntou todo mundo e acabou causando uma grande corrida. Várias ultrapassagens e disputa de posições na zona de pontuação, exceto o primeiro lugar que tinha dono garantido. 

Outro ponto legal foi a disputa de Felipe Massa e Hamilton, que durou até o final da corrida. O inglês pressionava e não conseguia passar, e nesse processo Ricciardo e Kimi ultrapassaram os dois e foram embora. Estava claro que o rendimento da Mercedez de Hamilton não estava o ideal. 

Rosberg venceu a terceira corrida no campeonato, todas até agora. É a sexta vitória consecutiva do alemão desde a confirmação do título de Hamilton na última temporada. Tem tudo pra ser o ano dele, mas ainda tem muitas corridas pela frente. 

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Atlético de Madrid elimina Barcelona na Champions League



Desde o início da partida pudemos ver um Atlético de Madrid ligado na partida e um Barcelona na minha visão meio sem foco, assustado. O Atlético foi para cima do Barcelona que mantinha a posse de bola mas não ameaçava. O Atlético dava estacadas no ataque sempre com mais perigo. Antes do fim da primeira etapa o francês Antoine Griezmann marcou gol de cabeça que até o momento dava a classificação ao time colchonero. O Barcelona voltou a ter posse de bola mas pouco fazia. 

A segunda etapa começou com o Barcelona mais ligado, porém também mais nervoso. O trio MSN seguia bem marcado, Iniesta não conseguia achar seus companheiros livres. Suárez na minha opinião escapou de expulsão ao dar cotovelada no companheiro de seleção uruguaia Godin. Neymar também se enroscou com Juanfran e acertou o jogador espanhol. Os dois só levaram cartão amarelo. O Atlético buscava somente um contra-ataque para matar a partida. Filipe Luis fez grande jogada e quando deu passe para Griezmann fazer o segundo gol, Iniesta fez pênalti descarado colocando o braço na trajetória da bola e fez pênalti. Para os comentaristas o meia espanhol tinha que ter sido expulso, mas novamente cartão amarelo. Griezmann converteu a cobrança e fez o segundo dele e do Atlético. 

O Barcelona foi para cima e em lance de Iniesta, a bola bateu no braço de Gabbi dentro da área, seria pênalti mas o juiz deu fora da área. Messi tirou tinta da trave, mas o placar foi mesmo 2x0. Atlético na semifinal da Champions League junto com Manchester City, Bayern de Munique e Real Madrid.

terça-feira, 5 de abril de 2016

Barcelona 2 x 1 Atlético Madrid



Assim como no clássico do fim de semana o Barcelona contra o Real Madrid, o time catalão sentiu dificuldades de jogar contra uma marcação pressão contra seus zagueiros dificultando a saída de bola. o Atlético marcou muito bem e conseguiu abrir o placar com Fernando Torres em bela jogada. A partida estava boa para o time madrilenho até que Fernando Torres o autor do gol, fez sua segunda falta dura na partida e tomou seu segundo cartão amarelo e foi expulso. A partir daí o Barcelona tomou conta das ações e começou a fazer pressão. Neymar era o jogador que levava mais perigo ao gol do Atlético, mas quem marcou mesmo o gol de empate foi Luis Suarez ao completar chute cruzado de Jordi Alba. O Barcelona encurralava o Atlético que não conseguia sair para o ataque e a pressão foi tanta que Luis Suarez marcou seu segundo gol na partida. 

O Barcelona continuou buscando o ataque mas a intensidade diminuiu aos poucos. Simeone começou a fazer alterações para não perder mais jogadores por expulsão e poupá-los para o jogo de volta. Apesar de sempre dar trabalho ao Barcelona, o time de Simeone só conseguiu vencer uma vez o adversário, empatou 5 e perdeu a décima partida. O time vencer pelo placar mínimo para se classificar para a próxima fase da Champions League. O Barcelona precisa de um empate para se classificar.